Tratamento para mordida profunda: soluções oferecidas pela ortodontia

  • Cury Clínica Odontológica
  • 25/01/2023
  • Ortodontia e Ortopedia facial

A Ortopedia Funcional dos Maxilares e a Ortodontia são especialidades Odontológicas que têm como principal objetivo devolver a estética e funcionalidade do sorriso, corrigindo funções e levando sempre em consideração as particularidades do caso e vontades do paciente. Um dos diagnósticos realizados pelos profissionais que exercem estas áreas é o da mordida profunda, que também pode ser conhecida como sobremordida profunda.

A mordida profunda  é uma condição que compromete a estética do sorriso bem como gera traumas que ocasionam problemas de saúde bucal. Isso porque a posição dos dentes nestes casos provoca desgastes dentários, alterações na mordida e função muscular, lesões e dores nos músculos e articulações temporomandibular, podendo inclusive gerar dores de cabeça, etc.

Quais são os tipos de mordida profunda (ou sobremordida)?

Como já foi dito, na mordida profunda ou sobremordida, os dentes superiores cobrem os inferiores, provocando um fechamento exagerado da arcada superior sob a arcada inferior, evitando até mesmo o aparecimento dos dentes de baixo do sorriso. Isto sobrecarrega dentes, ossos, músculos e articulações.

Nesta situação, a condição considerada normal para a mordida é uma distância de 2 a 3 milímetros, passando disso, é preciso ter atenção e buscar o auxílio de um profissional, pois a mordida profunda pode ocasionar sérios problemas bucais para o seu sorriso, como, por exemplo, os desgastes dos dentes inferiores por estarem em contato direto com os superiores, além de problemas gengivais, como a retração gengival (que envolve a periodontia, outra área da Odontologia), sem contar que este problema pode sim ocasionar dores e incômodos, comprometendo a qualidade de vida do indivíduo.

Conheça os dois tipos de mordida profunda

Há dois tipos de mordida profunda ou sobremordida, sendo elas a mordida profunda congênita e a mordida profunda adquirida.

No primeiro caso, o da mordida profunda congênita, a principal característica deste tipo é, como o próprio nome já trata, ser desenvolvido por fatores genéticos (herdado dos genes dos pais), geralmente acontece ainda durante o período gestacional; podendo ser ainda dentoalveolar ou esquelética.

Já na segunda situação, da mordida profunda adquirida, como já traz no nome, é uma condição que é adquirida no dia a dia, que é desenvolvida por consequências externas, como o desgaste dos dentes ou até mesmo a perda precoce deles. Essas ações externas, que podem ser evitadas, como o posicionamento incorreto da língua, também podem gerar um problema muito maior para sua saúde bucal, requerendo um tratamento mais específico com um profissional especializado.

homem com dor porque acabou de perder um dente

Dessa forma, ao notar sinais de mordida profunda, seja na infância (mesmo ainda na fase de dentes de leite) ou na adolescência, procurar um profissional para começar o processo de intervenção é a escolha adequada.

Por que é preciso tratar da mordida profunda?

A mordida profunda pode aparecer ainda na infância, mas não exclui acometer pessoas na sua fase adulta. No entanto, em ambos os casos, é preciso realizar processos de intervenção para que o indivíduo volte a ter maior qualidade de vida, garantindo a saúde bucal da pessoa evitando problemas ainda maiores.

Por provocar apinhamentos, dificultando, assim, o processo de higiene bucal, a mordida profunda ainda traz como consequências para a saúde bucal o aparecimento de doenças periodontais (que têm relação com a gengiva), desgaste dos dentes e retrações gengivais; desta forma, cuidar e intervir com o tratamento adequado é uma das maneiras de cuidar do seu sorriso e da sua saúde bucal.

Visto que a ausência de cuidados pode gerar problemas cumulativos que vão trazer só prejuízos para o sorriso do paciente, afinal de contas, problemas gengivais bem como o próprio desgaste dos dentes podem provocar uma perda desnecessárias de dentes – e os dentes são órgãos indispensáveis para manter o pleno funcionamento do corpo do indivíduo.

A mordida profunda, em casos mais graves, gera traumas no céu da boca pelo contato dos incisivos inferiores com o mesmo. Alterações estéticas como o sorriso gengival, apinhamento e dentes desgastados também são sequelas comuns que podem ser corrigidas.

Desta forma, iniciar o tratamento recomendado para a mordida profunda é uma das maneiras de garantir a integridade, saúde bucal, bem como qualidade de vida do indivíduo. No entanto, é preciso ficar atento, visto que essa condição surge, geralmente, na infância, e alguns especialistas já apontam que se aparecem nos dentes de leite também devem aparecer nos dentes permanentes.

Assim, procurar uma ortopedista funcional dos maxilares, no caso das crianças, para avaliar a condição bucal do seu filho pode ser uma ótima escolha. Ou seja, estar atento à mordida profunda é uma forma de prevenir problemas mais graves no futuro da sua saúde bucal, bem como proteger a estética do seu sorriso.

Como tratar a mordida profunda?

O tratamento depende da gravidade e da idade do paciente. Em crianças pequenas com dentição decídua, os tratamentos podem ser executados desde de pequenos acréscimos em resina nos dentes posteriores que abrem a mordida até a normalidade (conhecidas como pistas diretas). Nas crianças um pouco maiores podemos utilizar aparelhos ortopédicos removíveis que corrigem a função e agem na causa.

Nos adolescentes e adultos os tratamentos geralmente são ortopédicos ou ortodônticos e  vão desde a aparelhos que podem ser fixos ou removíveis, de diversos modelos até alinhadores dentários transparentes. A indicação também deve considerar a preferência pessoal de cada paciente, quando possível.

garota colocando aparelho dental para tratar mordida profunda

Em casos de adultos, dependendo da gravidade, como por exemplo nos casos de mordida profunda esquelética, o tratamento pode ser mais difícil e por isso a importância de tratar o quanto antes as crianças e adolescentes.

Como identificar o problema?

A mordida profunda ou sobremordida pode aparecer desde a infância, por isso, uma das maneiras de identificar o problema no começo é realizar acompanhamentos odontológicos com a frequência recomendada, afinal de contas, é por meio dessas visitas ao dentista que se consegue observar e intervir quando se faz necessário.

No caso das crianças, o profissional recomendado para realizar esse acompanhamento é o ortopedista funcional dos maxilares ou odontopediatra, pois é ele que avalia e intervém no processo de nascimento dos dentes e desenvolvimento dos ossos da face também.

Ao notar qualquer tipo de alteração fora do comum, indicando a mordida profunda, por exemplo, o profissional vai encaminhar este paciente para um  ortopedista funcional dos maxilares e  ortodontista – que vai saber realizar os tratamentos ideais para aquele caso.

Para cuidar da sua saúde bucal e alinhar o seu sorriso com excelência, conte com o time da Cury Clínica Odontológica. Nós somos especialistas em transformar sorrisos, devolvendo a estética e funcionalidade dos seus dentes.

Dr. Marcio Gulin Cury
CRO-PR 14.875

Dr. Márcio Cury, formado pela Universidade Federal do Paraná em 2002. Ao longo desses 22 anos, ajudamos mais de 10 mil pessoas a realizarem seu sonho e tratamento, seja para obterem mais saúde, melhor função mastigatória ou estética. Nossa equipe na Clínica Odontológica Cury é especializada em diversas áreas da Odontologia e está pronta para cuidar da sua saúde com excelência.

DIAGNÓSTICO E
TRATAMENTOS DIVERSOS

(41) 3015-0841

|

(41) 98514-7134

NOSSAS UNIDADES

  • (41) 98514-7134
  • contato@ortodontiacuritiba.com.br
  • 08h às 18h
  • Estacionamento próprio
  • Rua Tibagi, 294, CJ. 1001 e 1002 - Centro (Próximo ao teatro Guaíra) Curitiba/PR