Como tratar a retração gengival

A retração gengival ocorre quando a gengiva se desloca, causando a exposição da raiz dos dentes. Isso causa a sensação de alongamento dos dentes, e também faz com que eles se tornem mais sensíveis.

A seguir, você vai entender quais são as principais causas da retração gengival, e suas consequências. Além disso, confira também quais são os possíveis tratamentos e formas de prevenção do problema.

Causas

Há muitas causas possíveis para o problema, confira:

  • Dentes desalinhados: Crescendo apinhados, os dentes podem forçar a gengiva, causando aos poucos a exposição da raiz dental.
  • causasEscovação traumática: Escovas de cerdas muito firmes, ou escovar os dentes com muita força, pode ser traumático para os dentes e para a gengiva.
  • Gengivite e periodontite: Quando há problemas de higiene, ocorre o acúmulo de placa bacteriana nos dentes e gengivas, que posteriormente forma o tártaro. Isso pode causar a inflamação da gengiva, que conforme avança causa problemas mais graves, como a retração gengival e danificação da raiz dental.
  • Idade: É comum que, com o avanço da idade, a gengiva se retraia naturalmente, causando problemas pela exposição da raiz dos dentes.

Como consequência, os dentes se tornam mais sensíveis, dificultando a alimentação, a ingestão de bebidas quentes ou geladas, e também a higienização. Além disso, o dente e a gengiva ficam mais propícios a cáries e infecções, em função da raiz exposta.

Tratamentos

retracao-gengival-enxertoPrimeiramente, você deve consultar um dentista especialista em Periodontia. O principal tratamento é o enxerto de tecido mole. Retira-se parte da gengiva do céu da boca, por exemplo, e aplica-se nos locais de retração, protegendo a raiz.

Esse tratamento, no entanto, não pode ser realizado em todos os casos. Uma alternativa é a aplicação de resina composta na área exposta do dente.

Já quando a retração gengival é causada pela periodontite, primeiramente o dentista deverá realizar uma limpeza para retirada do tártaro. Em alguns casos, o tratamento de canal pode ser necessário.

Além disso, como prevenção, recomenda-se o uso de escovas de dente com cerdas mais macias, e cuidados para não escovar com muita força. É importante, também, consultar o dentista regularmente, para identificar qualquer problema antecipadamente.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.