Entre em contato conosco:
41 3015-0841 | 41 98514-7134

Cury Clínica Odontológica

Blog

Doenças gengivais

  • Periodontia
  • 24 de julho de 2014
  • Dr. Marcio Gulin Cury

As doenças gengivais variam de simples inflamações gengivais a doenças graves, que causam o enfraquecimento dos dentes e ossos de sustentação. Essas doenças surgem em função da placa bacteriana que não foi removida, formando o tártaro, que não pode ser removido apenas com escovação, necessitando de uma limpeza profissional.

Em nossas bocas vivem uma série de bactérias, que se desenvolvem por meio de nutrientes dos alimentos ingeridos. Essas bactérias, em conjunto com restos de comida, formam a referida placa bacteriana, que é incolor e pegajosa, aderindo-se ao dente. Quando não retirada por meio de escovação, fio dental e limpeza profissional, essa placa pode gerar de cáries à gengivite.

A gengivite constitui o primeiro estágio da doença gengival, podendo evoluir para periodontite caso não seja tratada.

Gengivite

A gengivite começa com uma inflamação da gengiva, causada pela placa e pelo tártaro. Nesse estágio, a doença pode ser revertida facilmente por meio de escovação adequada e consultas regulares ao dentista para limpeza. Os principais sintomas da gengivite são gengivas vermelhas, inchadas, sensíveis e que sangram facilmente.

Periodontite

A periodontite evolui a partir da gengivite que não foi tratada, fazendo com que a placa e o tártaro avancem e possam se desenvolver também abaixo da linha da gengiva. Veja os principais sintomas:doenças gengivais periodontite

  • A gengiva se retrai, causando a sensação de que os dentes estão mais longos e formando espaços, ou bolsas, entre o dente e a gengiva. Essas bolsas são, então, infeccionadas pela periodontite;
  • Os ossos e tecidos de sustentação dos dentes passam a ser atingidos pela infecção, sendo destruídos pouco a pouco. Isso ocorre não só em função da infecção, mas também por uma resposta do organismo a ela;
  • Com os ossos e tecidos de sustentação prejudicados, os dentes perdem seu suporte e se tornam frouxos, podendo vir a cair com o tempo;
  • Essas alterações podem mudar o encaixe das arcadas dentárias ao morder;
  • Dor no momento de mastigar;
  • Mau hálito persistente.

Tratamentos

Os tratamentos para a periodontite variam de acordo com a gravidade da doença. Em estágios pouco avançados, opta-se pela limpeza profunda, em que o dentista removerá a placa e o tártaro até mesmo debaixo das bolsas formadas pela infecção. Em casos mais graves, opta-se pela cirurgia, que conseguirá alcançar os pontos mais difíceis para realizar a limpeza.

Existem também cirurgias de restauração dos tecidos e ossos de sustentação perdidos durante a periodontite. Nesse caso, o biomaterial é uma opção moderna para a regeneração natural desses ossos e tecidos.

Para saber mais sobre doenças gengivais, marque agora sua consulta na Cury Clínica Odontológica!

Faça seu Agendamento