Dentes sensíveis: conheça as formas de tratamento

  • Cury Clínica Odontológica
  • 14/11/2023
  • Prevenção

Quem nunca sentiu aquela dorzinha no dente após provar algo muito gelado ou muito quente? Foi tomar aquele sorvete e se retraiu de dor com o impacto do gelato? Isso acontece devido à hipersensibilidade nos dentes, um problema que atinge 57% da população brasileira e é muito comum entre os pacientes que procuram tratamento dentário.

Aqueles que apresentam essa condição sabem que isso realmente causa incômodos consideráveis, prejudicando a saúde bucal, uma vez que também gera desconfortos na hora de escovar os dentes.

Essa sensibilidade pode ser ocasionada por diversos fatores. Por isso, para iniciar o tratamento com o auxílio de um dentista, é importante saber o porquê de os dentes ficarem sensíveis.

Pensando nisso, preparamos este artigo para falar um pouco mais sobre dentes sensíveis, quais os sintomas da sensibilidade e por que eles acontecem. Então, se você sofre desse problema e tem interesse no assunto, continue a leitura e veja algumas formas de ter mais qualidade de vida na sua saúde bucal.

O que são dentes sensíveis?

A sensibilidade dentária ocorre quando há a exposição da superfície da dentina, que é a camada interior dos dentes, que fica protegida dos fatores externos pelo esmalte dentário.

Quando ocorre o desgaste dessa estrutura, a dentina fica exposta, causando os sintomas de sensibilidade, uma dor latejante que atrapalha o consumo de alimentos e até mesmo a escovação dos dentes. 

Os dentes são formados por três estruturas, que são:

  1. O esmalte: um tecido mais resistente, mineralizado, que forma a camada externa de proteção.
  2. A dentina: localizada abaixo do esmalte e formada por pequenos túbulos que levam até a polpa do dente.
  3. A polpa: última camada do dente, onde estão localizados os nervos e vasos sanguíneos. 

Quando os dentes sofrem desgastes e ficam sensíveis, significa que os túbulos da dentina estão expostos, ocasionando dor com o contato ao quente e ao frio, devido à proximidade com os nervos da polpa.

Como a dentina está diretamente ligada à parte das conexões nervosas, quando sofre alguma lesão, instala-se o processo inflamatório, causando dores que podem ser leves ou intensas, além de outros sintomas.

Dependendo do tamanho da lesão dentária e do perfil clínico do paciente, a situação pode se agravar e ocasionar uma contaminação microbiana complexa. Nesse caso, serão necessários cuidados clínicos hospitalares. 

Sobre os sintomas, além da sensação incômoda e, muitas vezes, dolorida, estão entre os principais:

1. Dor na alimentação

Esse sintoma é o mais comum, aparecendo através da dor durante a alimentação. A manifestação dolorosa acontece quando o indivíduo ingere bebidas ou alimentos muito gelados ou quentes. A dor é ocasionada devido ao choque térmico que ocorre com a mudança brusca de temperatura, estimulando as terminações nervosas. Os sintomas dolorosos também podem surgir com alimentos doces, ácidos ou azedos, podendo variar de pessoa para pessoa.

2. Sensação de pontadas

Quem tem dentes sensíveis vivencia constantes sensações de pontadas na região mais afetada pelo problema da sensibilidade, como se ocorresse um choque ou impacto no local. Isso também acontece quando o dente sensível entra em contato com o ar, ao inspirar, ou em dias mais frios.

homem com a mão sobre o rosto sentindo sintomas de dentes sensíveis

3. Dificuldade na mastigação

Aqueles que sofrem com a sensibilidade sabem da dificuldade de mastigar, especialmente alimentos mais consistentes ou duros, que exigem maior esforço da dentição para serem macerados. Esse sintoma pode se manifestar de um dia para o outro e só pode ser percebido em algumas regiões da boca. 

4. Desconforto na escovação

Esse é um sintoma que requer muita atenção, porque pode ocasionar outras doenças bucais, como a cárie, tártaro e a gengivite. Devido ao incômodo, o indivíduo acaba diminuindo a frequência e o modo de escovação, para não sentir os desconfortos. Por isso é preciso estar atento à forma de escovar. Primeiro, para não gerar maior desgaste aos dentes e, segundo, para não realizar a limpeza de forma errada e aumentar a suscetibilidade para doenças.

Como a sensibilidade pode afetar a qualidade de vida no dia a dia?

Como observamos, a sensibilidade pode gerar diversos problemas, prejudicando sua alimentação, não apenas no consumo de alimentos, mas também na restrição e forma de mastigação, exigindo maior atenção do indivíduo para poder se alimentar e manter sua nutrição. Além disso, uma maior atenção em relação aos dias muito frios do ano e aos cuidados que deverão ser tomados.

Por isso é importante fazer a higienização com escova e fio dental que preservem o esmalte dos dentes e previnam a sensibilidade, além de outros problemas de saúde bucal. Sempre utilizando uma escova de cerdas macias e pouca força na escovação.

Mas, o mais importante para evitar a sensibilidade é realizar visitas ao dentista de forma periódica, para avaliar como estão os seus dentes, a sua mordida, a função mastigatória e  fazer uma limpeza e aplicação de flúor. Isso vai auxiliar no cuidado da sensibilidade dos dentes, deixando-os mais fortes e saudáveis.

mulher no dentista fazendo tratamento para dentes sensíveis

A importância do tratamento

Quando o caso de sensibilidade não é muito grave, ela poderá regredir naturalmente, através da remineralização da saliva, que bloqueia os canais de dor. Mas quando isso não acontece, será preciso procurar um dentista para que ele trate e faça uma avaliação profunda da sua sensibilidade dentária e inicie o tratamento. 

Quais são os principais tipos de tratamento?

Cada indivíduo apresenta um caso distinto de sensibilidade, o que leva a um método de tratamento. Os mais comuns para a sensibilidade são:

  • Aplicação de verniz de flúor e outros produtos específicos em consultório nas áreas de maior sensibilidade;
  • tratamentos para mordida e correção da posição dos dentes;
  • Prescrição de creme dental e enxaguante bucal com alto teor de flúor;
  • Restauração das áreas que perderam o esmalte dentário;
  • Realização de terapia com laser;
  • Cirurgia plástica gengival.

Por isso, procure um dentista para que ele trate a causa da maneira correta e não apenas o problema.

Conte com a Cury Clínica Odontológica  

Se você sofre com a sensibilidade dentária, venha até a nossa clínica e conheça o tratamento certo para você. Aqui na Cury Clínica Odontológica, utilizamos materiais de qualidade e atendimento personalizado para cada cliente.

Entre em contato, faça já a sua avaliação e conquiste o sorriso saudável dos seus sonhos.

Dr. Marcio Gulin Cury
CRO-PR 14.875

Dr. Márcio Cury, formado pela Universidade Federal do Paraná em 2002. Ao longo desses 22 anos, ajudamos mais de 10 mil pessoas a realizarem seu sonho e tratamento, seja para obterem mais saúde, melhor função mastigatória ou estética. Nossa equipe na Clínica Odontológica Cury é especializada em diversas áreas da Odontologia e está pronta para cuidar da sua saúde com excelência.

DIAGNÓSTICO E
TRATAMENTOS DIVERSOS

(41) 3015-0841

|

(41) 98514-7134

NOSSAS UNIDADES

  • (41) 98514-7134
  • contato@ortodontiacuritiba.com.br
  • 08h às 18h
  • Estacionamento próprio
  • Rua Tibagi, 294, CJ. 1001 e 1002 - Centro (Próximo ao teatro Guaíra) Curitiba/PR