Fique atento: como um tratamento odontológico pode melhorar a sua saúde bucal e geral?

  • Cury Clínica Odontológica
  • 04/07/2023
  • Prevenção

Segundo dados do IBGE, apenas 53% da população brasileira utiliza fio dental, escova e usa creme dental. Esse dado é alarmante e indica algo preocupante: o negligenciamento com a saúde bucal. Ainda de acordo com o IBGE, 11% da população nunca foi ao dentista, o que aumenta ainda mais os riscos de surgimento de doenças bucais e seus agravantes.  

A falta de cuidados, somada a uma alimentação rica em açúcar, pode gerar problemas sérios que vão além da saúde dos dentes e da estética. Isso porque infecções nos dentes podem causar doenças cardiovasculares, como a endocardite bacteriana. Além disso, doenças bucais são capazes de provocar infarto, derrame, aborto e agravamento da diabetes. 

O sorriso é o responsável por boa parte da nossa autoestima, por isso, quando não está saudável, um problema odontológico afeta drasticamente a vida como um todo. No Brasil, a conscientização sobre a importância dos cuidados com a saúde bucal anda a passos lentos, mas trabalhamos para mudar essa realidade através de muita informação de qualidade.  

A seguir, vamos listar algumas doenças bucais, além do tratamento e a prevenção necessária para cada uma delas. Confira: 

1. Cáries dentária  

Essa é a doença bucal mais popular: a cárie. Só quem já sofreu consegue sentir a dor em apenas ler sobre o problema, não é verdade?! A cárie é causada pelo acúmulo de biofilme nas superfícies dentárias, geralmente formado por restos de comida e bactérias. 

Esse acúmulo é causado, justamente, pelo que falamos lá no início: a má higienização da boca. No processo da formação da cárie, as bactérias cariogênicas degradam o açúcar e liberam substâncias ácidas que causam a desmineralização do esmalte dentário e sua consequente degradação

A forma de evitar esse problema é simples: escove seus dentes sempre após as refeições ou ao ingerir  alimentos ricos em açúcar; mantenha em dia as visitas ao dentista, incluindo a limpeza e, por fim, busque se alimentar de forma saudável e com alimentos que ajudam no bem-estar e na saúde dos seus dentes.  

O tratamento da cárie consiste na remoção das estruturas afetadas dos dentes e sua restauração. Dependendo da profundidade, o tratamento de canal também pode ser indicado pelo dentista.  

2. Halitose  

Não tem coisa pior do que mau hálito, não é mesmo?! Além de desconfortante, afeta a autoestima. A halitose pode estar relacionada a problemas como cáries, doenças periodontais e infecções bucais. Além das visitas ao dentista, é importante que o paciente investigue as causas, porque a condição também pode estar ligada a problemas digestivos, metabólicos e sistemáticos. Manter uma boa higienização é essencial.  

3. Placa bacteriana  

sorriso com uma lente de aumento e vários desenhos de bactérias representando a placa bacteriana

Também conhecida como biofilme, é uma das principais causas para outras doenças bucais. Quando há acúmulo e o paciente não busca o dentista para fazer a remoção, há o processo de mineralização através da deposição de minerais presentes na saliva, que forma o cálculo dentário, que também conhecemos como tártaro. 

O tratamento da placa bacteriana, como já mencionamos, é feito através da remoção. Já para evitar o problema, a boa higienização é essencial.  

4. Gengivite 

A gengivite, como o nome sugere, é o processo de inflamação da gengiva. Essa inflamação é causada pelo acúmulo de biofilme na superfície dos dentes. O sangramento é o principal sintoma desse problema, o que leva, muitas vezes, as pessoas a acharem que o problema está na escovação e até mesmo no uso do fio dental.   

O tratamento é através da limpeza feita por um profissional, que além de higienizar irá avaliar o problema.  

5. Periodontite 

Essa é uma das doenças bucais mais graves, causada pelo acúmulo de tártaro. Com a superfície dentária mais rugosa, a higienização fica mais difícil, o que facilita o acúmulo de biofilme. Dessa forma, os tecidos de suporte dos dentes são afetados, como o osso e ligamentos que o sustentam, deixando-os mais moles.  

O tratamento consiste na remoção do acúmulo da placa. No entanto, é preciso uma avaliação minuciosa para chegar a melhor opção.  

6. Traumatismo dentário 

Causado pelo resultado de um forte impacto na região, podendo ocasionar fraturas ou a completa saída do dente. É uma situação bastante dolorosa e que pode gerar, além de tudo, trauma psicológico ao paciente. O tratamento só é pensado após a avaliação individual de cada caso, pois como se trata de um trauma não é possível prever um tratamento específico.  

7. Má oclusão  

Por fim, temos a má oclusão, que causa problemas funcionais e na fala, além de incômodos estéticos. Condições como arcadas mal formadas, má posição de dentes e arcadas, podem comprometer funções vitais como respiração, mastigação, fala, comprometer o sono, etc. Essa situação trata-se do alinhamento anormal dos dentes e do encaixe dos maxilares dentro da boca. A má oclusão também pode acarretar outros prejuízos, como o bruxismo, que é um transtorno no qual o paciente range os dentes durante o sono.

mulher mostrando os dentes com má oclusão

Cuidar do seu sorriso é mais do que estética, é qualidade de vida 

Problemas dentários podem afetar não apenas a nossa capacidade de mastigar e falar, mas também podem estar relacionados a doenças graves. 

Além disso, cuidar da saúde bucal reflete em nosso bem-estar geral, pois ficamos mais felizes e dispostos quando temos um sorriso saudável. Por outro lado, a dor de dente está entre as mais insuportáveis de sentir, por isso, orientamos sempre os nossos pacientes sobre os cuidados para prevenção, que são simples, mas eficazes. Confira:  

  1. Escove bem os dentes entre as refeições;  
  2. Não esqueça de escovar a língua;
  3. Busque ter uma alimentação saudável; 
  4. Visite o dentista de forma anual ou de seis em seis meses.

Por fim, não esqueça de prestar atenção no estado da sua gengiva.   

Cuide do seu sorriso com quem garante segurança 

Até agora, falamos sobre os cuidados com a higiene bucal, mas é importante citar a importância de escolher bem o seu dentista.  

Na Cury Clínica Odontológica, você garante o seu tratamento e os cuidados com a saúde bucal com quem proporciona eficiência, tecnologia e compromisso em cada etapa. Nosso trabalho é pautado na tríade Saúde, Função e Estética, respeitando o perfil de cada paciente por meio de exames modernos e diagnóstico completo. 

Nosso objetivo final é chegar sempre ao melhor resultado, atendendo às expectativas dos nossos pacientes, e desenvolver um atendimento pautado na empatia, respeito, cuidado e carinho. 

Limpeza profissional, tratamento de dores e disfunções, tratamento de canal, implantes dentários, ortodontia, entre outros serviços, são oferecidos pelos nossos profissionais, que somam no currículo muita experiência e empatia para lidar com cada paciente. 

Além disso, procuramos manter os resultados e prevenir problemas futuros, com exames periódicos que incluem check-ups preventivos completos, limpeza, consultas regulares de controle de acordo com o risco de cada paciente. Entre em contato, agende uma avaliação e vamos cuidar da sua saúde.

Dr. Marcio Gulin Cury
CRO-PR 14.875

Dr. Márcio Cury, formado pela Universidade Federal do Paraná em 2002. Ao longo desses 22 anos, ajudamos mais de 10 mil pessoas a realizarem seu sonho e tratamento, seja para obterem mais saúde, melhor função mastigatória ou estética. Nossa equipe na Clínica Odontológica Cury é especializada em diversas áreas da Odontologia e está pronta para cuidar da sua saúde com excelência.

DIAGNÓSTICO E
TRATAMENTOS DIVERSOS

(41) 3015-0841

|

(41) 98514-7134

NOSSAS UNIDADES

  • (41) 98514-7134
  • contato@ortodontiacuritiba.com.br
  • 08h às 18h
  • Estacionamento próprio
  • Rua Tibagi, 294, CJ. 1001 e 1002 - Centro (Próximo ao teatro Guaíra) Curitiba/PR