Aparelho dentário para crianças é indicado? Quando, como e por quê?

  • Dr. Marcio Gulin Cury
  • 02/08/2022
  • Odontopediatria

O sorriso é conhecido como o cartão de visitas do nosso rosto. Desde pequeno somos incentivados a sorrir para a vida e para os outros, afinal, quem não gosta de receber um sorriso em meio a correria do dia a dia?

Mas, nem sempre um sorriso é sinônimo de saúde. É preciso ter alguns cuidados, a partir do nascimento do primeiro dente da criança, para que, na vida adulta, ele tenha uma saúde bucal em dia e saudável. Uma das formas de manter o pleno funcionamento dos músculos, ossos e articulações é utilizar o aparelho dentário de forma precoce e correta através de uma amamentação correta. Também precisamos estar atentos a problemas respiratórios, como adenóide e garganta. Mas então, é indicado o uso de aparelhos dentários em crianças? Quando começar o tratamento ortodôntico? Hoje, o Dr. Marcio Cury esclarece todas as dúvidas.

A saúde bucal e os cuidados necessários

A boca faz parte do complexo corpo humano e, por isso, ela também deve ter cuidados básicos de manutenção para que tudo funcione perfeitamente; afinal, o dente é um órgão e merece atenção. Dessa forma, cuidar da estética e da funcionalidade do sorriso também é uma forma de garantir o bom funcionamento do seu corpo.

Por isso, os dentistas sempre recomendam manter visitas regulares, principalmente quando se está na fase de desenvolvimento, por conta do crescimento dos ossos da face, que influenciam não só no sorriso, mas na saúde bucal como um todo.

criança usando aparelho em uma consulta no dentista

Dessa forma, uma das maneiras de garantir a funcionalidade do sorriso sem causar riscos à saúde é através da intervenção da ortodontia preventiva e da ortopedia funcional dos maxilares precoce. Entretanto, esse é um tema que ainda gera muitas dúvidas nos pais, principalmente no que diz respeito aos cuidados e benefícios para a saúde. 

A seguir vamos tentar sanar todas as dúvidas e orientá-los para que os cuidados com a saúde dos pequenos sejam redobrados e priorizados.

Ortodontia precoce e a Ortopedia Funcional dos Maxilares: o que é, quando começar e a importância

A ortodontia precoce, ou preventiva, é o processo que diz respeito aos cuidados ortodônticos e das funções do sistema orofacial nas crianças, que devem acontecer a partir dos 3 anos de idade. A partir dos 6 anos, com o início da troca da dentição, este momento que o monitoramento deve ser mais intenso, afinal, os pequenos estão passando por uma transição de dentes, além dos ossos da face também estarem crescendo.

Nem toda criança precisa começar a intervenção ortodôntica precocemente. Todavia, se faz necessário o acompanhamento, para que se possa começar o processo o mais cedo possível, pois problemas funcionais e de desenvolvimento não sofrem autocorreção, mas sim podem piorar com o tempo, levando a assimetrias, problemas esqueléticos e mal desenvolvimento de maxilares, fala, mastigação, sono, etc. Assim teremos crianças e jovens com mais qualidade de vida e uma boa saúde.

Com isso, é possível não só melhorar a estética do sorriso, como também corrigir problemas na funcionalidade, como ajuste na mordida, direcionar os ossos que podem estar crescendo de maneira irregular, além de diminuir o impacto e uso do aparelho ortodôntico na adolescência.

Mas, por que começar a intervir na infância?

O tratamento ortodôntico precoce é um procedimento que visa, principalmente, proporcionar qualidade de vida para as crianças quando se fala em saúde bucal. Isso porque é um processo que tem como principal objetivo reduzir e amenizar os futuros danos naquele indivíduo, pois o crescimento errôneo e desregular da mandíbula, aliado ao crescimento dos dentes permanentes, podem resultar em prejuízos no desenvolvimento dento-facial da criança.

Alguns problemas podem se agravar com o tempo, dificultando o processo de desenvolvimento não só do sorriso e face da criança, como da fala, além de prejudicar outros setores do corpo, provocando dores de cabeça, mandibular, problemas do sono, dificuldade de aprendizagem, hiperatividade, etc.

Outro bom motivo é porque os problemas de maxilares não se corrigem sozinhos e estudos mostram que as correções precoces são mais estáveis a longo prazo. 

Os benefícios do aparelho dentário para as crianças

O aparelho ortodôntico na infância vai além de melhorar a estética do sorriso da criança. Ela melhora a saúde como um todo, pois faz ajustes também no aspecto funcional da boca. Assim, os benefícios são bem variados, amplos e necessários, contemplando:

  • A melhoria no crescimento e desenvolvimento das arcadas e dentes;
  • Melhora da fala, mastigação, respiração;
  • Melhora da autoestima da criança;
  • Previne problemas articulares das ATM;
  • Preserva e ganho de espaços para os próximos dentes permanentes.

Quando é indicado colocar o aparelho dentário na criança?

A indicação deve partir, preferencialmente, de um profissional dentista qualificado em Ortopedia Funcional dos Maxilares ou Odontopediatra, que estará avaliando toda a saúde bucal do paciente. Problemas como mordidas cruzadas, arcadas com mal desenvolvimento, assimetrias em desenvolvimento, mandíbula “para frente” ou “para trás”, são os problemas mais comuns. 

Além disso, pequenos hábitos também podem desencadear a necessidade de usar o aparelhos desde cedo, como a mordida errada, provocada pelo uso excessivo de chupeta, chupar o dedo e até mesmo o bico da mamadeira.

São problemas comuns e recorrentes nos consultórios, entretanto, quanto mais cedo se inicia o processo de intervenção, mais rápido a criança tem qualidade de vida; visto que os cuidados precoces estão diretamente ligados aos resultados a longo prazo.

Qual é a melhor idade para colocar o aparelho dentário na criança?

Mas, qual é a idade indicada para colocar o aparelho dentário na criança? Quando se deve começar esse processo de intervenção? Essa é uma das perguntas mais recorrentes que os pais fazem e a resposta é: não tem uma idade determinante.

O importante é ter em mente que quanto mais cedo se começa (a partir dos três anos em casos de mordidas cruzadas ou correção de hábitos e de 6 ou 7 anos nos demais tipos de problemas, quando se está na dentição mista), mais rapidamente se tem a resposta, pois os ossos da face ainda estão em crescimento, permitindo uma mais fácil e estável correção.

As técnicas de correção partem desde pequenos acréscimos nos dentes, que servem como pistas que redirecionam o crescimento e posição dos maxilares, aparelhos funcionais removíveis, alinhadores removíveis, aparelhos fixos como expansores por exemplo, aparelhos para correção de hábitos, etc.

Papais e mamães, prestem atenção na higiene bucal!

Um detalhe imprescindível, segundo o Dr. Marcio Cury, é a atenção na hora da higiene bucal! Quando se coloca o aparelho é preciso tomar cuidado com as sujeiras entre os componentes dos aparelhos e com os dentes para evitar cáries e problemas de gengiva.

Dessa forma, manter a atenção e visitas constantes ao dentista são essenciais para um sorriso bonito e saudável. Saiba mais acompanhando nosso site e ficando por dentro de tudo que envolve a saúde bucal dos pequenos!

Dr. Marcio Gulin Cury
CRO-PR 14.875

Dr. Márcio Cury, formado pela Universidade Federal do Paraná em 2002. Ao longo desses 22 anos, ajudamos mais de 10 mil pessoas a realizarem seu sonho e tratamento, seja para obterem mais saúde, melhor função mastigatória ou estética. Nossa equipe na Clínica Odontológica Cury é especializada em diversas áreas da Odontologia e está pronta para cuidar da sua saúde com excelência.

DIAGNÓSTICO E
TRATAMENTOS DIVERSOS

(41) 3015-0841

|

(41) 98514-7134

NOSSAS UNIDADES

  • (41) 98514-7134
  • contato@ortodontiacuritiba.com.br
  • 08h às 18h
  • Estacionamento próprio
  • Rua Tibagi, 294, CJ. 1001 e 1002 - Centro (Próximo ao teatro Guaíra) Curitiba/PR